“Muitas vezes comi as marés de meu cérebro”

Tirei o título deste texto de um poema de Oswald de Andrade. O curioso é que até agora não conhecia o poema e acabei o encontrando justamente quando pensava naquilo que escreveria para inaugurar essa página. Achei que esse verso daria um bom título pra um editorial. Decisão tomada, vem a dificuldade: explicar qual é... Continue lendo →

Post Destacado

A política do medo

Semana passada, enquanto zapeava minhas redes sociais, vi um vídeo que achei bem perturbador. Esse vídeo virou pauta em vários canais de comunicação, e causou grande discussão. No vídeo, um comerciante egípcio chamado Mohamed Ali foi escrachado por um cidadão na Zona Sul do Rio de Janeiro. Enquanto os gritos de ordem e palavras de... Continue lendo →

Aprenda a hora de desistir

Não é novidade que você e eu estamos inseridos na hipócrita cultura da meritocracia. Cultura que prega que todos têm capacidade para conseguir o que quiserem e que tudo depende do quanto nos esforçamos e nos dedicamos em algo. Se você não atingiu seus objetivos – objetivos esses, muitas vezes, impostos pela mídia – é... Continue lendo →

Não foi por mal

Para ler ouvindo Cada poça dessa rua tem um pouco de minhas lágrimas, da Fresno, canção que serviu de base e inspiração para este conto. Chovia quando eles se conheceram. Desde então, houve sol, e tudo aconteceu do jeito mais incrível que pudesse acontecer entre duas pessoas. Incrível e intenso, ambos. E se a felicidade... Continue lendo →

A ânsia pela felicidade instantânea

Há muito tempo tenho pensado no que entendemos ser felicidade. Alguns anos atrás, quando trabalhava numa área totalmente diferente, meu ex-chefe uma vez me disse: "Cara, você não pode acordar e sair para trabalhar pensando que é uma obrigação vir. Tem que acordar e por mais cansado que esteja, o pensamento deve ser - Estamos... Continue lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑